OverClock
Terça, 23 de Outubro de 2018

Apple diz que os nomes dos iPhones não têm significado específico Terça, 23 de Outubro de 2018

Apple diz que os nomes dos iPhones não têm significado específico

Não que isso seja um dos grandes mistérios da humanidade, mas a Apple confirmou que os nomes que costumeiramente acompanham seus modelos de iPhone não têm, em sua maioria, um significado específico. Segundo Phil Schiller, vice-presidente global de marketing da Apple, este nem sempre foi o caso, mas, atualmente, um iPhone Xr é apenas um “XR”.

Puxando o histórico da empresa desde o primeiro modelo a receber uma denominação especial, porém, Schiller explica que houveram sim, significados específicos para situações específicas: o iPhone 3GS de 2009, por exemplo, adotou o “S” como “speed” (“Velocidade”, em inglês) para diferenciá-lo do iPhone 3G: “isso porque, na época, era o iPhone mais rápido que havíamos fabricado”, disse Schiller.

VP de marketing da Apple confirma: os nomes dos iPhones não possuem um significado específico para empresa

Outros casos notáveis: o iPhone 4s, lançado em 2011, usava o “S” como uma menção à assistente virtual Siri, que foi inaugurada junto do modelo. Já o iPhone SE significava “Special Edition” (“Edição Especial”). Desde 2013, com o iPhone 5s e o iPhone 5c, a Apple deixou de oferecer explicações para os nomes de seus smartphones — uma tendência que perdura até hoje.

Schiller diz que, se muito, as denominações dos aparelhos têm um significado para ele: “Eu amo carros e coisas que são rápidas, e tanto o ‘R’ como o ‘S’ são letras usadas para denominar veículos esportivos que são extra especiais. A Porsche é particularmente costumeira nisso ao adicionar letras em seus modelos, e a Mercedes-Benz tem as linhas R-Class e S-Class, por exemplo”.


Compartilhe: http://tinyurl.com/y7pehx7l