OverClock
Terça, 18 de Dezembro de 2018

Conheça a ‘Optician Sans’, uma fonte esquisita inspirada nos exames de vista Terça, 18 de Dezembro de 2018

Conheça a ‘Optician Sans’, uma fonte esquisita inspirada nos exames de vista

Sabe aquela fonte clássica dos exames de vista? Aquela que você precisa dizer cada letrinha para o seu optometrista? Bem, agora você pode usá-la no Word ou Docs para qualquer documento.

Isso graças a empresa de design ANTI Hamar, que criou uma fonte chamada “Optician Sans” e a disponibilizou gratuitamente na internet.

A Fast Company conversou com os criadores para saber mais sobre a origem de tipografia e como ela foi criada. O projeto começou com uma comissão de rebranding da empresa de oftalmologia norueguesa Optician-K e a inspiração, é claro, foi a história da optometria.

A agência de design levou em consideração os primeiros designs de letras desenvolvidos pelo médico holandês Hermann Snellen em 1862, que criou a tabela de Snellen. O médico necessitava de uma precisão matemática até zero na acuidade visual de um paciente e, para fazer isso, aplicou uma grade 5 x 5 como base para um total de 10 caracteres usadas em seus testes.

Captura de tela: ANTI Hamar

Em 1959, esses 10 caracteres foram renovados pela oftalmologista americana Louise Sloan. Ela revisou as letras para excluir as serifas que aparecia na tabela Snellen – aqueles pequenos detalhes salientes como no “E” mostrado acima – dando-lhes um visual muito mais limpo e contemporâneo.

Posteriormente, o design evoluiu para os testes padronizados do Logaritmo do Ângulo Mínimo de Resolução (LogMAR), usado atualmente por profissionais da área oftalmológica em todo o mundo.

A ANTI Hamar pretendia renovar a marca Optician-K usando os designs de Sloan, mas havia apenas 10 caracteres como base – e apenas uma vogal. Então, eles projetaram um alfabeto inteiro, com letras e números, inspirados no design original da grade 5 x 5 de Snellen.

“Tomamos algumas liberdades em algumas partes, e decidimos ser muito conservadores em outras partes”, disse o diretor de arte da empresa, Simen Schikulski, à Fast Company. “Vimos que havia algumas inconsistências nas letras originais em termos de formas e tamanhos, como esperávamos, já que as letras foram criadas para optometristas, não como uma fonte.

Como a Fast Company observou, o conjunto original de letras intencionalmente tornou difícil discernir letras como “C” de “O”, principalmente no menor tamanho, que se destina a pessoas com visão sobre-humana. Assim, a fim de tornar algumas dessas letras mais legíveis em outras aplicações, a ANTI Hamar também projetou uma série de alternativas.

Fábio Duarte Martins, designer de tipografia e professor da Universidade IADE em Lisboa, trabalhou no projeto com Schikulski e a equipe da agência. Ele esclarece que o alfabeto completo da Oculista Sans não tinha como objetivo expandir o conjunto de caracteres das letras utilizadas nas tabelas LogMAR, mas apenas usá-las como inspiração.

Imagem: ANTI Hamar

“Pegámos os optotipos LogMAR e fizemos aquilo que chamamos de ‘correções ópticas’, ou pequenos ajustes para tornar a forma esteticamente agradável”, disse ele ao Gizmodo, por e-mail. “Os optotipos são feitos para medir a acuidade visual; assim, por exemplo, as larguras iguais dos traços são importantes para medir o quão boa é a sua visão. Não queríamos medir nada com a Optician Sans. Queríamos apenas um tipo de letra visualmente agradável”.

Por fim, ao disponibilizar a fonte gratuitamente, Martins disse que tanto ele como Schikulski esperam que as pessoas se divirtam tanto como eles se divertiram.

“Estamos realmente trabalhando na expansão do conjunto de caracteres para suportar mais idiomas”, disse ele, “Estamos apenas compartilhando algo que achamos que é legal com o mundo”.

[Fast Company]

The post Conheça a ‘Optician Sans’, uma fonte esquisita inspirada nos exames de vista appeared first on Gizmodo Brasil.


Compartilhe: http://tinyurl.com/y8jacdhz