OverClock
Terça, 18 de Dezembro de 2018

Seis tendências de UX/UI design que você precisa conhecer antes de 2018 acabar Terça, 18 de Dezembro de 2018

Seis tendências de UX/UI design que você precisa conhecer antes de 2018 acabar

É inevitável. Com a chegada de dezembro a gente começa a fazer resoluções para o ano seguinte. Ter sucesso profissional costuma fazer parte da lista da maioria das pessoas. Se você é designer, desenvolvedor ou se interessa por essas áreas, não deixe 2018 acabar sem que você saiba quais são as principais tendências de UX/UI.

A Ironhack, escola de programação com presença mundial, fez uma seleção especial, reunindo os principais temas para você manter no radar. Estar sempre atualizado é fundamental para encarar os desafios do mercado de trabalho. Assim, você pode seguir rituais e superstições no Réveillon. Mas não vai depender só da sorte para atingir os seus objetivos e ser bem sucedido no trabalho. Confira!

Realidade aumentada

A realidade aumentada se popularizou muito com o jogo Pokémon Go e seus monstrinhos interagindo com o “mundo real”. Mas o uso desse recurso vai muito além dos jogos.

Já imaginou ver como o seu sofá novo vai ficar em casa antes mesmo de decidir comprá-lo? Como o ARKit da Apple, por exemplo, disponível na versão mais recente do iOS, os iPhones e iPads ganham um novo nível de precisão para a realidade aumentada, o que abre novas possibilidade. O Google não perdeu tempo e também oferece uma solução semelhante para os smartphones Android chamada ARCore.

Tudo isso preparou o terreno para a criação de todo tipo de design. Essa tendência deve desafiar a criatividade dos desenvolvedores. É possível fixar um objeto em determinado ponto, interagir com objetos do mundo real ou mesmo utilizar o ambiente como parte da sua interface.

Cores e Gradientes

As imagens com cores vivas em gradiente continuarão a ser tendência em 2019. Mas elas se beneficiam especialmente das telas com resolução mais alta de celulares, tablets e computadores. A técnica, que pode ser aplicada em fundos, textos, ícones ou imagens, permite passar a impressão de profundidade e é chamativa.

Com isso, a interface fica mais estruturada, dando um toque profissional ao seu aplicativo ou website. A natureza pode ser uma fonte de inspiração para o uso de gradientes, basta olhar para o céu em um dia ensolarado ou na hora do pôr do sol. Mas cuidado para não exagerar: especialistas indicam que imagens com somente duas tonalidades serão tendência em 2019.

Ilustrações e gráficos animados

Uma imagem vale mais do que mil palavras? Às vezes, sim. Por isso, as ilustrações e gráficos animados serão mais populares, especialmente para transmitir rapidamente todas as mensagens que você deseja. Animações com movimento também devem aparecer bastante. Elas ajudam a chamar a atenção para um determinado ponto da interface. Já viu aqueles anúncios online com parallax? Eles são um bom exemplo de como isso pode ser atrativo para o usuário.

Amigável para o polegar (ou Thumb Friendly Experience)

As bordas estão mortas, vida longa às telas grandes! 2018 foi o ano em que vimos smartphones com telas que ocupam até 87% da parte frontal. Com isso, eles ficaram com mais espaço para os displays sem ter um aumento significativo de tamanho para o usuário. Isso implicou outra mudança. O 16:9 é passado. A moda agora é ter proporção 18:9, 18,5:9 ou mesmo 19,5:9.

Essas telas podem tornar a usabilidade de aplicativos desafiadora, especialmente daqueles que colocam menus ou links importantes no topo. Não dá pra alcançar quando se está usando o celular com uma mão só, o que pode desagradar o usuário. A Apple indicou bem o caminho, já há alguns anos, ao colocar todos os menus importantes na parte inferior da interface para que o polegar chegue a todas as opções sem malabarismo.

Futuro do flat design

Que o esqueumorfismo ficou no passado, todos nós sabemos. Mas dizer que o flat design é novidade soa estranho. Ele já foi usado pela Apple, no iOS 7, e pela Microsoft, com o Metro do Windows 8, no começo da década. Essa prática não parou de evoluir. Aos poucos, o contraste de cores foi substituído pela cor branca predominante na interface, como em uma folha de papel. Mais aplicativos devem adotar essa tendência e deixar o visual branco, em vez de usar cores sólidas – o que ajuda na legibilidade. É uma abordagem à la Medium que vem ganhando tração.

Design personalizado

A revolução dos dados também terá impacto no web design. Informações como geolocalização ou mesmo perfis psicográficos podem orientar as suas criações. É possível até mesmo realizar testes A/B para determinar qual versão oferece a melhor experiência ao usuário. Desse modo, é possível proporcionar design personalizado.

Ficou interessado em se manter atualizado para se tornar um desenvolvedor de sucesso? A Ironhack, tem cursos focados na prática e nas demandas do mercado. Os cursos são presenciais, com carga horária de 360 horas, divididos em módulos, e ainda conta com uma semana de contratação onde empresas em busca de UX/UI designers entrevistam os alunos recém formados. Não perca a oportunidade! Saiba mais.

The post Seis tendências de UX/UI design que você precisa conhecer antes de 2018 acabar appeared first on Gizmodo Brasil.


Compartilhe: http://tinyurl.com/y9cp29og