OverClock
Domingo, 17 de Fevereiro de 2019

CEO do Twitter diz que usuários podem ganhar um recurso para “esclarecer” seus tuítes ofensivos Domingo, 17 de Fevereiro de 2019

CEO do Twitter diz que usuários podem ganhar um recurso para “esclarecer” seus tuítes ofensivos

Mesmo o Twitter sabe que existe algo fundamentalmente errado em sua plataforma. Mas e se os usuários pudessem, sei lá, esclarecer seus tuítes ruins? Essa foi uma ideia que, é claro, foi apresentada por Jack Dorsey, CEO do Twitter e testemunha do abate de uma cabra, enquanto ele falava em um evento da Goldman Sachs em São Francisco, na quinta-feira (14).

[foo_related_posts]

De acordo com o Recode, Dorsey disse que a empresa está considerando criar uma ferramenta para que as pessoas expliquem ou expandam seus tuítes antigos, uma ideia que Dorsey disse ter surgido após a companhia notar “pessoas ‘sendo canceladas’ por causa de coisas que disseram no passado no Twitter ou em outros lugares em redes sociais”. Uma possibilidade para um recurso desses é minimizar o engajamento do tuíte em questão, impedindo retuítes sem o “esclarecimento” acrescentado. Foi assim que Dorsey colocou, segundo o Recode:

Como é que possibilitamos que as pessoas voltem a qualquer tuíte, seja de anos atrás ou de hoje, e mostrem aquele tuíte inicial — meio que como um retuíte de citação, um retuíte com comentário — para adicionar um pouco de contexto e acompanhamento ao que elas possam ter tuitado ou ao que podem ter querido dizer. Ao fazê-lo, você pode imaginar que o tuíte inicial então não teria esse tipo de engajamento em torno dele. Tipo, você não seria capaz de retuitar o tuíte original, por exemplo. Você simplesmente mostraria o esclarecimento, poderia retuitar o esclarecimento, de forma que ele sempre fosse carregado com aquele contexto. Essa é uma abordagem. Não estou dizendo que vamos lançar isso, mas esses são os tipos de perguntas que vamos fazer.

Uma possível aplicação para esse recurso imaginado — mas não necessariamente garantido — seria para notícias. Ele pode ser útil em uma situação em que uma notícia seja urgente ou em desenvolvimento, por exemplo. Mas também, de acordo com Dorsey, para tuítes ruins de anos atrás e com os quais o tempo não foi gentil.

Essa ferramenta hipotética parece ter o potencial de ser uma alternativa para um recurso de edição dentro do app — algo que Dorsey disse ser “definitivamente necessário” na plataforma. Tecnicamente, os usuários já podem acrescentar esclarecimentos aos tuítes por meio de tuítes com comentários e threads, mas a única maneira de realmente impedir um tuíte de ser amplamente compartilhado no presente é deletá-lo. E como Kurt Wagner, do Recode, apontou, anexar um esclarecimento a um tuíte que já seja extremamente estúpido talvez não ajude muito a evitar que alguém seja, como Dorsey disse, “cancelado”.

Por outro lado, nunca tuitar continua sendo uma alternativa.

[Recode]

The post CEO do Twitter diz que usuários podem ganhar um recurso para “esclarecer” seus tuítes ofensivos appeared first on Gizmodo Brasil.


Compartilhe: http://tinyurl.com/y2ldqfc8