OverClock
Terça, 18 de Dezembro de 2018

Em voo histórico, drone entrega vacinas para bebê no país insular de Vanuatu Terça, 18 de Dezembro de 2018

Em voo histórico, drone entrega vacinas para bebê no país insular de Vanuatu

Uma bebê de um mês chamada Joy Nowai se tornou a primeira pessoa a ser inoculada por vacinas entregues por meio de um drone, nesta segunda-feira (17). O bebê vive na ilha-nação Vanuatu, onde uma a cada cinco crianças não está completamente imunizada e entregar vacinas pode ser difícil, devido ao terreno. O Ministério da Saúde de Vanuatu fez parceria com a UNICEF para dar início ao ambicioso projeto do drone.

“O pequeno voo de hoje (17) feito por drone é um grande salto para a saúde global”, disse Henrietta H. Fore, diretora executiva da UNICEF, em um comunicado. “Com o mundo ainda enfrentando dificuldades para imunizar as crianças mais difíceis de alcançar, as tecnologias de drone podem ser um divisor de águas para fazer a ponte e alcançar todas as crianças.”

A UNICEF aponta que as vacinas devem ser armazenadas em temperaturas específicas, o que é apenas um dos vários obstáculos à prestação de cuidados médicos na nação de Vanuatu, no Pacífico Sul. O país é composto por 80 ilhas montanhosas e estradas limitadas, o que significa que o fornecimento de vacinas pode ser incrivelmente difícil. Os médicos atualmente têm que viajar às vezes a pé durante horas para levar as vacinas aonde elas são necessárias.

Da esquerda para a direita, Joss Tepper, diretor de tecnologia da Swoop Aero, Leonard Tabilip, coordenador nacional do Programa Expandido de Vacinação do Ministério da Saúde de Vanuatu, Jim Coyne conselheiro de veículos aéreos não tripulados da Autoridade de Aviação Civil de Vanuatu, e Dr. Ridwan Gustiana, funcionário de imunização da UNICEF dianto do Swoop Aero Drone, depois que ele completou com sucesso seu terceiro e último voo marcado. Foto: UNICEF

Da UNICEF:

A entrega da vacina cobriu quase 40 quilômetros de terreno montanhoso e acidentado da baía de Dillon, no lado oeste da ilha, até o pouso leste na remota baía de Cook, onde 13 crianças e cinco mulheres grávidas foram vacinadas por Miriam Nampil, uma enfermeira registrada. A baía de Cook, uma comunidade pequena e dispersa que não tem um centro de saúde e nem eletricidade, só é acessível a pé ou por pequenos barcos locais.

Para entregar as vacinas para a bebê Joy, os drones, operados por uma empresa australiana chamada Swoop Aero, levaram caixas de isopor cheias de gelo e monitores eletrônicos para garantir que as vacinas nunca atingissem uma temperatura indesejada no ambiente quente. Durante os testes, os drones viajaram mais de 50 quilômetros e aterrissaram a dois metros do destino desejado.

Crianças de Vanuatu observam o operador de drones. Foto: UNICEF

A UNICEF aponta que Vanuatu está muito interessado em utilizar drones não apenas para vacinas, mas também para fornecer suprimentos médicos bastante necessários para áreas remotas e mal servidas.

“A entrega de vacina inédita de hoje (17) tem um enorme potencial não apenas para Vanuatu, mas também para as milhares de crianças que estão sem vacinas em todo o mundo”, disse Fore. “Isso é a inovação em seu melhor estado e mostra como podemos liberar o potencial do setor privado para o bem maior das crianças do mundo.”

Empresas como a Amazon podem estar atrasadas na entrega do futuro com drones que nos foi prometido. Mas pelo menos esses drones estão sendo usados para o bem. E faltaram coisas boas como essa em 2018, para dizer o mínimo.

[UNICEF]

The post Em voo histórico, drone entrega vacinas para bebê no país insular de Vanuatu appeared first on Gizmodo Brasil.


Compartilhe: http://tinyurl.com/yd7zp3s3