OverClock
Segunda, 06 de Julho de 2020

Primeiras unidades do Snapdragon 875 devem ser enviadas em setembro Segunda, 06 de Julho de 2020

Primeiras unidades do Snapdragon 875 devem ser enviadas em setembro

O Snapdragon 875, próximo chip para celulares topos de linha da Qualcomm, já está em produção na TSMC e novas informações da indústria chinesa sugerem que as remessas começarão a ser enviadas às fabricantes parceiras no quarto trimestre do ano. As informações são do site MyDrivers.

Previsto para ser apresentado no tradicional Snapdragon Summit 2020, em dezembro deste ano, o novo chip da Qualcomm deverá equipar os principais smartphones topos de linhas de 2021. Segundo o conhecido analista Ming-Chi Kuo, as primeiras remessas estarão disponíveis para comercialização no primeiro trimestre de 2021.

A publicação reforça os rumores de que o Snapdragon 875 terá suporte a carregamento superior a 100 W — tecnologia que algumas fabricantes chinesas já estão desenvolvendo desde meados de 2019. Além disso, há informações de que o novo processador vai aumentar a venda de lentes de oito elementos (8P), sugerindo que os celulares premium do ano que vem vão usar a configuração mais avançada de câmera — essa tecnologia promete diminuir distorções, aberrações cromáticas e outras falhas nas fotos.

-
Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/
-

O que esperar do Snapdragon 875

O Snapdragon 875 marcará a estreia da fabricante norte-americana no processo de fabricação de 5 nanômetros (nm), que promete maior desempenho e menor consumo de energia. Ele deve contar com as novas CPUs Cortex-X1 e A78, além do novo modem 5G Snapdragon X60 e novidades para fotógrafos e produtores de conteúdo.

No entanto, não se sabe o quanto essas novidades deverão impactar no preço do chip. Segundo fontes ligadas à Xiaomi, o Snapdragon 875 custará US$ 250 (R$ 1,4 mil), US$ 100 mais caro que o cobrado pelo atual 865.

Leia a matéria no Canaltech.


Compartilhe: https://tinyurl.com/ycw9wra6