OverClock
Terça, 18 de Dezembro de 2018

5G chega aos EUA com preço alto e franquia de 15 GB Terça, 18 de Dezembro de 2018

5G chega aos EUA com preço alto e franquia de 15 GB

As operadoras americanas já começaram a instalar suas redes 5G, e a AT&T será a primeira a vender a tecnologia no padrão oficial para os clientes, a partir desta sexta-feira (21). Mas quem quiser navegar em alta velocidade precisará desembolsar uma boa grana: um plano de 15 GB estará disponível por US$ 70 ao mês, e será necessário ter um dispositivo adicional para se conectar à rede.

Moto Z3 com 5G

Como toda nova tecnologia de rede, o 5G estreia de forma bem limitada nos Estados Unidos. Ele está chegando a “partes” das cidades de Atlanta, Charlotte (Carolina do Norte), Dallas, Houston, Indianapolis, Jacksonville (Flórida), Louisville (Kentucky), Oklahoma City, Nova Orleans, Raleigh (Carolina do Norte), San Antonio (Texas) e Waco (Texas).

Ainda não existem smartphones à venda no mercado com suporte ao 5G, então a conexão à rede será feita por meio de um hotspot da Netgear, o Nighthawk 5G Mobile Hotspot, que cria uma rede Wi-Fi para distribuir o sinal de internet para celulares, tablets e notebooks.

Preço do hotspot e do plano 5G

Netgear 5G Mobile Hotspot

Esse hotspot, claro, custa dinheiro. A AT&T vai distribuir o dispositivo gratuitamente para “clientes selecionados” nos primeiros 90 dias. Ainda não será possível que qualquer pessoa chegue a uma loja da operadora e contrate o serviço. Quando isso acontecer, ele será comercializado por US$ 499 (R$ 1.945 em conversão direta).

Depois, será preciso contratar o plano. Inicialmente, apenas um será vendido, com franquia mensal de 15 GB e valor de US$ 70 (R$ 273 em conversão direta). É uma grande diferença em relação aos planos de 4G que a AT&T fornece — pelo mesmo preço, é possível conseguir na mesma empresa um pacote “ilimitado” (a velocidade é reduzida em horários de pico após 22 GB de consumo), com ligações e SMS liberados.

A AT&T não divulgou em qual velocidade os clientes acessarão o 5G, limitando-se a dizer que o hotspot suporta downloads de até 1,2 Gb/s (gigabits por segundo). Segundo o The Verge, a operadora chegou a demonstrar a tecnologia no início de dezembro, atingindo picos de até 140 Mb/s — o que, bom, já temos no nosso 4G.

Cobertura atual de 5G da AT&T

No primeiro semestre de 2019, a expectativa da AT&T é liberar o 5G também em Las Vegas, Los Angeles, Nashville, Orlando, San Diego, San Francisco e San Jose (Califórnia). A nova rede também estará disponível apenas em regiões específicas, não em toda a cidade.

Expansão do 5G nos EUA começa em 2019

A Verizon lançou comercialmente em outubro uma rede 5G nos Estados Unidos. Mas, para vencer a corrida tecnológica, ela optou por utilizar equipamentos fora do padrão oficial, o que significa que os dispositivos dos usuários precisarão ser substituídos no futuro. No comunicado, a AT&T dá uma cutucada na rival, dizendo que é a “primeira e única” operadora americana com uma “rede 5G comercial e padronizada”.

As outras duas grandes operadoras americanas também planejam o lançamento comercial de suas redes 5G para breve. Na T-Mobile, isso deve acontecer em 2019, sendo que a expectativa é atingir até 250 milhões de pessoas até 2024, com velocidades máximas de 4 Gb/s. A Sprint promete iniciar as operações no primeiro semestre, na faixa de 2,5 GHz, ainda sem preço definido.

No Brasil, como já comentamos, o 5G deve ficar só para 2021.

5G chega aos EUA com preço alto e franquia de 15 GB


Compartilhe: http://tinyurl.com/ycdrlxz6