OverClock
Terça, 23 de Outubro de 2018

Ele (meio que) voltou! Winamp 5.8 é lançado com suporte ao Windows 10 Terça, 23 de Outubro de 2018

Ele (meio que) voltou! Winamp 5.8 é lançado com suporte ao Windows 10

A nova versão do Winamp vazou recentemente na internet. E, a fim de assegurar a proteção dos fãs de um dos mais icônicos reprodutores de mídia do início dos anos 2000, a Radionomy, dona da marca, decidiu “adotar” a versão pirateada, revisar e disponibilizá-la oficialmente com suporte a Windows 8.1 e 10.

Em comunicado oficial publicado no site do Winamp, a empresa explica que “uma versão vazada do Winamp 5.8 recentemente viralizou pela internet. Consequentemente, decidimos fazer esta nova versão para você, revisada por nós. Assim sendo, nós recomendamos que você baixe esta versão ao invés de qualquer outra já que garantimos a você que esta é segura para uso. Esta versão não será um projeto contínuo, mas tenha a certeza de que estamos dando duro em um novo ‘futuro’ Winamp”.

Winamp "meio que" voltou, com uma versão vazada que foi revisada pela dona da marca (Imagem: Divulgação/Radionomy)

Vale citar: esta versão não é aquela anunciada pela Radionomy em 15 de outubro, tratando-se especificamente de uma resposta ao vazamento da versão 5.8. O Winamp 6.0, de fato o “novo” Winamp, funcionará mais como um agregador de reprodução de música, sejam elas baixadas em seu HD ou vindas de serviços de streaming que você assine. Sobre esta versão, ainda não há previsão de lançamento, mas a Radionomy trabalha com o início de 2019 como janela.

O Winamp foi o rei dos reprodutores de mídia no início da década de 2000, oferecendo configurações de playlists que, embora comuns hoje, eram ausentes do mercado na ocasião, efetivamente destacando-o de seu maior concorrente, o Windows Media Player, da Microsoft. À medida que o setor de compartilhamento de músicas via P2P (lembre-se do KaZaa e, posteriormente, o eMule) foi declinando, a necessidade do Winamp também se esvaiu. Em 2013, a então dona do software, AOL, vendeu a marca para a Radionomy, uma subsidiária do grupo San Andreas de rádios norte-americanas. Desde então, o Winamp vem ensaiando um retorno, mas apenas agora isso virou algo concreto.


Compartilhe: http://tinyurl.com/y8wv6tpo