OverClock
Sexta, 13 de Dezembro de 2019

Geminídeas: última chuva de meteoros do ano está chegando; saiba como observar Sexta, 13 de Dezembro de 2019

Geminídeas: última chuva de meteoros do ano está chegando; saiba como observar

A última chuva de meteoros de 2019 está para começar nesta semana. A Geminídeas, que acontece todo ano entre os dias 9 e 19 de dezembro, terá pico nos dias 13 e 14, ou seja, nesta sexta e sábado. Como esse tipo de evento fica mais fácil de observar durante a noite, a madrugada do fim de semana será o melhor momento para ver os detritos do asteroide 3200 Faetonte no céu noturno.

Esta é uma chuva de meteoros que vale a pena se programar para ver. A expectativa é que o pico chegue a 80 meteoros por hora. No entanto, a Organização Internacional de Meteoros (IMO) diz que a luz da Lua, próxima à fase Cheia, deve ofuscar os detritos que geram menos brilho, mas, mesmo assim, é possível que se veja até 20 meteoros por hora.

Para observar o evento, não é necessário nenhum instrumento. Os meteoros da Geminídeas são tão brilhantes que podem ser vistos a olho nu. Basta olhar para o céu na direção da constelação de Gêmeos - daí o nome da chuva -, que fica em um ponto um pouco acima do leste.

-
Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.
-

Um meteoro da chuva Geminídeas em São Francisco, 2009 (Foto: Brocken Inaglory/Wikimedia Commons)

A Geminídeas poderá ser observada já na madrugada de quinta para sexta-feira, e também no sábado para o domingo, mas com poucos meteoros nestas datas. Na sexta para o sábado, o melhor horário para ver os rastros no céu é por volta das 2h da madrugada.

Além de ser a última chuva de meteoros com atividade intensa do ano, a Geminídeas é a única confirmadamente causada por detritos deixados por um asteroide, e não por um cometa. Lembrando que a ocorrência de chuvas de meteoros é bastante comum: existem cinco grandes chuvas de meteoros todos os anos, e a próxima deve ser a Eta Aquáridas, em abril de 2020.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:


Compartilhe: https://tinyurl.com/rekye46