OverClock
Domingo, 17 de Fevereiro de 2019

Donald Trump instalou um simulador de golfe de US$ 50 mil na Casa Branca Domingo, 17 de Fevereiro de 2019

Donald Trump instalou um simulador de golfe de US$ 50 mil na Casa Branca

Em meio às negociações para fechar o orçamento anual do governo e evitar mais um “shutdown”, o presidente dos Estados Unidos Donald Trump arranjou uma nova maneira de relaxar entre reuniões: um novo simulador de golfe.

O simulador ocupa todo um cômodo da Casa Branca e utiliza telas, sensores e até mesmo grama sintética para reprozudir um campo de golfe real. As telas são colocadas em volta de toda a sala e podem simular tanto alguns campos historicamente famosos — como o de St. Andrews, na Escócia — ou até mesmo lugares fictícios, como um percurso no meio da floresta amazônica onde existem dinossauros.

O sistema não necessita de óculos VR ou qualquer coisa do tipo. Em vez disso, utiliza-se taco e bola de golfes reais e, assim que a bola bate em uma das telas, os sensores calculam a força da tacada e criam a trajetória virtual dela até o fim do movimento.

De acordo com fontes de dentro da Casa Branca, o equipamento custou cerca de US$ 50 mil, mas não entrou nas despesas de governo, tendo sido pago pessoalmente pelo presidente Trump. Antes dessa nova instalação, a Casa Branca já possuía um simulador de golfe, que havia sido instalado pelo presidente Barack Obama, mas o sistema antigo era bem menos sofisticado e o atual presidente achou que precisava ser atualizado.

Não se sabe exatamente qual foi a empresa responsável pela instalação do novo sistema, mas tudo indica que tenha sido a dinamarquesa TrackMan Golfe. Isso porque três dos 16 campos de golfe que Obama possuía tem simuladores que foram instalados por essa empresa, e ao acessar o site da Trackman é possível encontrar um sistema de simulador de campo de golfe com funcionamento e preço bem parecidos com o do instalado agora por Trump.

Esta não é a primeira vez que são feitas mudanças na Casa Branca para satisfazer os hobbies do presidente: Dwight D. Einsenhower também havia instalada na residência uma pista de minigolfe, enquanto Richard Nixon modificou toda uma área do prédio para montar uma pista de boliche.

Ironias do governo

Apesar de ter gasto US$ 50 mil para instalar um simulador de golpe na Casa Branca, Trump era um dos maiores críticos do tempo que o ex-presidente Obama passava jogando golfe. Em um tweet de outubro de 2014 — dois anos antes de ser eleito presidente — Trump dizia que achava um absurdo o presidente passar tanto tempo jogando golfe enquanto o país estava cheio de problemas.

Can you believe that,with all of the problems and difficulties facing the U.S., President Obama spent the day playing golf.Worse than Carter

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 14 de outubro de 2014

Apesar da crítica, dados indicam que o Trump tem dedicado quase o dobro de tempo de Obama à prática do golfe. Durante seus oito anos de governo, Obama jogou uma média de 38 percursos (toda a série de 18 buracos de um campo de golfe) por ano, enquanto Trump, nos dois anos em que está no cargo, mantém uma média de 70 percursos por ano. Esses dados foram descobertos pelo Washington Post com base na agenda oficial de cada um dos presidentes, e conta apenas com visitas a campos de golfes reais, não incluindo o tempo passado em simuladores.


Compartilhe: http://tinyurl.com/y6lluvmu