OverClock
Quinta, 22 de Agosto de 2019

Windows 10 dará destaque a recurso que facilita reinicialização Quinta, 22 de Agosto de 2019

Windows 10 dará destaque a recurso que facilita reinicialização

Em uma nova atualização do Windows 10 disponibilizada para usuários Insiders (que testam as novidades antes do público), a Microsoft está dando destaque adicional a um recurso que reabre todos os aplicativos ativos antes de uma reinicialização do sistema. A funcionalidade aparece na versão 18965 da plataforma, ainda em caráter de testes, mas deve dar as caras de forma final em breve.

O recurso vem desativado por padrão e aparece nas configurações de login do Windows 10, sob o menu de Contas. A comunicação é clara, com a opção indicando a possibilidade de salvar os aplicativos abertos no momento em que o usuário desconecta de um perfil para que eles sejam reabertos assim que ele retornar.

É importante frisar, entretanto, que não se trata de uma opção de retomar o trabalho de onde ele havia sido interrompido, mas sim, uma forma de acelerar o acesso às soluções que são usadas com frequência, como navegadores e serviços de e-mail. Para todos os efeitos, é o mesmo que fechá-los manualmente antes da reinicialização e abrir de novo após o processo, com a diferença que, agora, o Windows 10 é que fará isso para você. Sendo assim, vale a pena ficar atento para não confundir o recurso com a opção de iniciar softwares automaticamente com o sistema.

-
Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.
-

Recurso que facilita reinicialização ao reabrir apps deve ganhar mais clareza em atualização do Windows 10 (Imagem: Reprodução/GenBeta)

A funcionalidade nem mesmo é uma novidade, já que existe nas versões atuais do Windows 10. A comunicação, porém, não é das melhores, e ela aparece escondida em meio a configurações de privacidade e usando terminologias complexas, relacionadas à configuração automática de um dispositivo e o uso de informações de login para reinício rápido. O que a Microsoft faz, basicamente, é dar mais ênfase e clareza a um recurso que pode ser pouco conhecido pelas pessoas, mas bastante útil a elas.

Tanto que a mudança vem em resposta a um apelo dos próprios Insiders, que solicitaram à Microsoft mais intuitividade no uso do recurso. Por enquanto, a novidade aparece apenas na versão de testes do Windows 10, mas como se trata apenas de uma alteração de nomenclatura em um recurso que já existe na edição final do sistema operacional, não é nada irreal pensar que ela pode dar as caras no novo formato já em um dos próximos updates da plataforma.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:


Compartilhe: https://tinyurl.com/y2w2tueo