OverClock
Sábado, 21 de Abril de 2018

Titus, o software-base da Netflix, vira open source e pode ser baixado de graça Sábado, 21 de Abril de 2018

Titus, o software-base da Netflix, vira open source e pode ser baixado de graça

A Netflix acaba de anunciar que o Titus, sua plataforma de gerenciamento de contêineres (ou container management plataform, no original em inglês) virou um software open source. Isso significa que qualquer programador interessado pode estudar, modificar e reutilizar o código para seus próprios projetos de forma livre, sem ter de prestar contas com o maior serviço de streaming do mundo.

“O Titus é responsável por aspectos críticos da Netflix, incluindo transmissão de vídeo, recomendações e machine learning, Big Data, codificação de conteúdo, tecnologia de estúdio, ferramentas internas de engenharia e outras forças de trabalho nossas”, explicou a empresa em uma postagem na plataforma Medium. “O Titus oferece um modelo conveniente para gerenciar recursos computacionais”, indica.

O objetivo da Netflix ao abrir sua plataforma para outros desenvolvedores é incentivar inovações de times criativos e “trazer as lições aprendidas para a comunidade de gerenciamento de contêineres”. Todo o código-fonte do software, junto com a documentação e APIs, pode ser encontrada gratuitamente no Github.


Compartilhe: http://tinyurl.com/y9to7lpg