OverClock
Terça, 25 de Junho de 2019

Xiaomi descarta lançamento de novos Mi Max e Mi Note em 2019 Terça, 25 de Junho de 2019

Xiaomi descarta lançamento de novos Mi Max e Mi Note em 2019

A Xiaomi anunciou que não vai lançar novos modelos das linhas Mi Max e Mi Note de smartphones em 2019. Em um comunicado oficial, a fabricante diz que não se trata de uma descontinuação das famílias de aparelhos com tela grande, mas sim de uma mudança de foco, com ela preferindo se dedicar a segmentos de mercado, em vez de aspectos de hardware, na hora de trabalhar os smartphones junto ao público.

Lei Jun, CEO da Xiaomi, deixa claro: as famílias Mi Max e Mi Note não estão acabando, apenas não receberão novos lançamentos neste ano. Não se sabe, entretanto, os planos para essas linhas a partir de 2020, principalmente quando se leva em conta que a segunda família de dispositivos não recebe novos modelos desde 2017, o que pode indicar que pelo menos ela pode, sim, estar sendo deixada de lado.

O executivo não é claro sobre o futuro, mas usa palavras bonitas para se referir a ele, afirmando que a empresa continua empenhada em criar modelos que “toquem o coração das pessoas” e tenham bom preço. Daí a ideia por trás da nova separação entre os modelos de smartphones da companhia, que é mais voltada para setores da sociedade e interesses específicos e menos para características de hardware em si.

-
Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.
-

Por enquanto, a lista de lançamentos da Xiaomi permanece dividida em três segmentos distintos: os modelos Mi seguidos de número, que representam os topos de linha da marca; a linha Mi Mix, que abrange equipamentos com tela grande, boas câmeras ou outros elementos considerados “especiais”; e a família mais recente, CC, focada nos jovens e trazendo aparelhos com melhor custo-benefício, mas sem deixar de lado capacidades dos irmãos maiores.

Olhando essa tríade, fica difícil entender onde se encaixaria uma quarta sequência específica de dispositivos com telas grandes, quanto mais duas. Um possível fim das marcas Mi Max e Mi Note não significaria que a Xiaomi estaria abandonando os displays gigantes, mas sim que eles passariam apenas a serem lançados sob outro nome, uma vez que, assim como acontece com a Samsung, as versões de tamanho maior costumam servir como flagships da companhia após o lançamento dos modelos Mi comuns.

Tudo isso, porém, são especulações e análises que levam em conta o estado atual da indústria de smartphones e também o movimento da própria Xiaomi. Falar na descontinuação de modelos que ainda estão nas mãos dos clientes (principalmente no caso do Mi Max, que recebeu lançamento no segundo semestre do ano passado) não é a melhor estratégia de marketing, por isso a fabricante poderia estar apenas cozinhando a ideia em banho maria enquanto observa o movimento nas prateleiras agora que trabalha com novas nomenclaturas.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:


Compartilhe: http://tinyurl.com/y4f64zse