OverClock
Terça, 07 de Julho de 2020

LG K51S: interessante, mas sem diferenciais Terça, 07 de Julho de 2020

LG K51S: interessante, mas sem diferenciais

Capa LG K51S - Review

A LG quer crescer no segmento mobile e, para isso, está apostando alto na linha K: K41S, K51S e K61. O LG K51S é o intermediário da família com preço sugerido de R$ 1.500. Podemos dizer que ele é uma versão melhor do K12 Max e sucessor do K50S.

Em comparação com os irmãos K41S e K61, o K51S não traz tantos diferenciais. Ele entrega câmera quádrupla, tela grande de 6,5 polegadas HD+, bateria de longa duração (4.000 mAh) e o processador é o mesmo do K61, um MediaTek Helio P35.

Mais câmera, mais bateria, mais tela. Esses são os pilares que a LG busca para conquistar o público jovem com o novo smartphone e, assim, espera se destacar no segmento. Lembrando que marcas como Samsung e Motorola já apostam nos “três mais” — e não é de hoje. Passei alguns dias com o novo LG K51S e conto abaixo tudo o que achei dele.

Análise do LG K51S em vídeo

Design

O LG K51S tem um visual premium que, inclusive, remete a outros aparelhos da empresa e até de outras marcas, como o Samsung Galaxy S10. Por aqui, o smartphone da LG está à venda em duas cores: vermelho e a titânio, que recebi para este review. É uma cor que lembra grafite e, ao mesmo tempo, possui um efeito espelhado. Entretanto, as marcas de dedo podem dar trabalho nessa traseira.

Parte traseira do LG K51S

Ainda que pareça vidro, o corpo do celular é todo em plástico e a LG consegue “enganar” bem, pois, durante as primeiras impressões, eu mesmo achei que fosse vidro.

Vale lembrar que temos aqui certificado de Resistência Militar, ou seja, ele é resistente a impactos, umidade, choque térmico, entre outros.

Atrás, o aparelho conta com quatro lentes. Da esquerda para direita, são elas: uma macro de 2 megapixels, uma Super Grande Angular de 5 megapixels, um sensor de profundidade de 2 megapixels e uma câmera inteligente de 32 megapixels. No quinto furo, está o flash de LED.

Leitor de impressões digitais do LG K51S

A LG colocou o leitor de impressões digitais na parte traseira do aparelho e o logo da empresa ficou posicionado na parte inferior. Na lateral direita, você encontrará o botão de liga/desliga e a bandeja para inserir o chip e o cartão de memória (nano-SIM + nano-SIM + MicroSD). Na lateral esquerda, estão os botões de volume e um dedicado para o Google Assistente — presente também em aparelhos anteriores, como K40S e o K50S.

Eu disse que a LG deseja conquistar o público jovem, não é? Pois bem, o botão para a assistente virtual do Google não foi adicionado à toa. A empresa quer facilitar ainda mais a vida do usuário, que está sempre conectado e cada vez mais utilizando recursos como esse.

LG K51S com Google Assistente

Na parte inferior, a LG introduziu a entrada para fone de ouvido e USB-C. Na mesma área, está o alto-falante.

Tela e som

O LG K51S tem tela IPS LCD de 6,5 polegadas com resolução HD+ (720 x 1600 pixels), com proporção de 20:9. Considerando que o K51S é o sucessor do K12 Max, podemos dizer que houve uma melhora considerável em tamanho de tela por aqui.

Tela do LG K51S

Porém, são as mesmas configurações da versão de entrada, K41S. A exceção está na câmera de selfie, localizada no canto superior esquerdo num furo no display, que me agrada bastante. No K41S, a LG optou pelo entalhe em forma de gota para abrigar a lente.

A tela não é tão brilhante, mesmo com o brilho no máximo. Eu, inclusive, usei o celular o tempo todo com a luminosidade em 100% durante o dia.

Infelizmente, a imersão pode não ser tão completa em alguns aplicativos, como a Netflix, que não ocupa toda a tela do aparelho, diferentemente de vídeos do YouTube e alguns jogos.

Tela do LG K51S

A LG tinha quase tudo para me conquistar com esse display, mas uma incorreção no LCD, onde está localizada a câmera de selfie, me deixou intrigado. Ao redor da lente, há uma “mancha” preta, perceptível em páginas e aplicativos de fundo branco. Inicialmente, pensei que fosse um problema só do aparelho que estava comigo, mas percebi que esse degradê está presente no K61.

Alto-falante e entrada USB-C LG K51S

Quanto ao alto-falante, o som é claro e equilibrado, exceto em níveis altos, já que surgem algumas distorções e agudos se sobressaem. Para quem consome muito conteúdo audiovisual no celular, o LG K51S vem de fábrica com DTS: X 3D Surround, que propicia uma experiência imersiva de áudio.

Trata-se de uma tecnologia já presente no LG G7 ThinQ e que funcionou muito bem aqui no K51S. Eu mesmo usei fone de ouvido com o DTS: X 3D Surround ativado o tempo todo — basicamente, parece que você está em uma sala de cinema (ao assistir filmes/séries) ou em um estúdio de música (ao ouvir músicas no Spotify).

Software

O LG K51S chegou para nós rodando Android 9 Pie. Por enquanto, a empresa não compartilha uma data para disponibilizar o Android 10 — e o mesmo vale para celulares antigos da marca. Mas falando especificamente de K51S, o software aqui é simples e não há funcionalidades complexas. Gostei que a configuração é enxuta, o que significa que você encontrará o que precisa com rapidez.

Android 9 Pie

A interface é a mesma do LG G8X e, diferentemente de outros Androids, o K51S não traz gaveta com todos os aplicativos. E por falar nisso, ele vem com poucos apps instalados: aplicações do Google, Facebook, Instagram e alguns jogos (DragonMania, Empires, Asphalt Nitro, Little Big City 2 e Pastry).

Em suma, gostei muito da interface do intermediário da LG: há o modo noturno, a barra de notificações é organizada e também é viável usar dois aplicativos ao mesmo tempo graças à função janela multitarefas. Vale ainda destacar o aplicativo de câmera, que é muito completo. O que nos leva ao próximo item:

Câmera

O conjunto de câmeras é o ponto alto do K51S. A LG gosta de ressaltar que está entregando ao usuário o kit completo de um fotógrafo. Bem, vamos ver a seguir:

As quatro lentes do LG K51S

A principal diferença do K51S em comparação com K41S é trazer uma câmera inteligente de 32 megapixels — a mesma lente no K41S tem 13 megapixels. Ela conta com um recurso de Inteligência Artificial (IA) semelhante ao do Huawei Nova 5T, que consegue detectar o objeto a ser registrado e aplica ajustes antes de você fazer a foto.

Com essa tecnologia, a câmera pode reconhecer: pessoa, animal, comida, flor, nascer e pôr do sol, paisagem e cidade (prédios/ruas). Ao identificar o objeto a ser capturado, o app de câmera disponibiliza alguns filtros que podem ser aplicativos na imagem. Utilizando esse recurso, até que consegui ter alguns resultados interessantes.

A Super Grande Angular (ultrawide) tem 5 MP, abertura de f/2,2, com campo de visão de 115 graus. Gostei dela por trazer aquela sensação de estar fotografando com uma GoPro; ruídos podem ser levemente perceptíveis, apesar disso, é possível ter imagens bonitas, principalmente de paisagens. Incomoda um pouco as distorções nas bordas, ainda assim não é nada gritante.

Foto do pôr do sol tirada com o LG K51S

Foto tirada com a lente Super Grande Angular

Foto do pôr do sol tirada com o LG K51S

Foto tirada com a lente Super Grande Angular

Foto de paisagem com o LG K51S

Foto tirada com a câmera principal

Imagem de um prédio feito com o LG K41S

Foto de itens de cozinha feita com o LG K41S

Foto de uma árvore feita com o LG K41S

O LG K51S tem uma lente macro de apenas 2 MP com abertura de f/2,4 — não espere nada muito incrível com ela. Em alguns momentos, nem parece que você está usando uma lente macro. Enfim, as especificações já entregam tudo.

Foto de uma flor tirada com a lente macro

Foto tirada com a lente macro

Foto de moeda tirada com a lente macro

Foto tirada com a lente macro

A lente do meio tem 2 megapixels com abertura de f/2,4, exclusiva para retratos. A qualidade, a cor e os detalhes são mantidos, mas ela apresenta falhas. Há momentos em que o foco é impreciso, desfocando a região do ombro e do abdômen.

O resultado em fotos noturnas pode decepcionar bastante. Testei todas as lentes, inclusive a principal com Inteligência Artificial, mas nem isso foi suficiente para o K51S entregar belas imagens:

Foto noturna com o LG K51S

Por fim, a câmera frontal de 13 megapixels (abertura de f/2,0) é muito boa. Ainda que o desfoque não seja tão preciso (novamente), consegui obter retratos com bom nível de detalhe, cores vivas e nenhum exagero com o modo de embelezamento.

Retrato feito com o LG K51S

Hardware e bateria

Assim como o K61, o LG K51S está equipado com um octa-core Helio P35 de 2,3 GHz. Trata-se do mesmo processador do Moto G8 Power Lite e de alguns modelos da Huawei. A GPU, por sua vez, é a PowerVR GE8320.

O processador consegue rodar aplicativos do dia a dia sem crise, como Facebook, Instagram, Netflix e alguns jogos leves. Não espere desempenho brilhante, pois não é o forte desse modelo — e nem do topo de linha, caso você tenha interesse nele. O LG K51S chegou a perder fôlego na hora de trabalhar com vários aplicativos. Houve lentidão principalmente na hora de atualizar ou instalar um novo app.

Call of Duty no LG K51S

O único aplicativo que fechou inesperadamente foi o Spotify, pois é! Há aplicativos que podem demorar para abrir, especialmente os pesados.

No mais, o intermediário da LG oferece 64 GB de armazenamento interno e 3 GB de RAM — outra diferença em relação ao K61, que entrega 4 GB de RAM. Vale destacar que a memória de 64 GB do K51S pode ser expandida para até 2 TB via cartão microSD.

Bandeja para adicionar chip e cartão de memória

Quando o assunto é bateria, não há reclamações: são 4.000 mAh, excelente capacidade que não deixa o K51S atrás da concorrência nesse quesito. Com isso, dependendo do uso, será possível ter bateria para até dois dias, até mesmo com o brilho no máximo.

Durante os testes, passei uma hora assistindo vídeo no YouTube (com a bateria em 100%), 20 minutos de Asphalt 9 e mais 20 minutos de Call of Duty, Netflix por três horas e redes sociais por alguns minutos. Resultado: ainda sobrou cerca de 50% de bateria.

O LG K51S vem com um carregador de apenas 10 watts, o que significa que você terá que deixar o aparelho por um bom tempo na tomada. O smartphone chegou em sua carga total em exatamente 2 horas, um resultado bem satisfatório.

LG K51S vale a pena?

Dizer se vale ou não adquirir o LG K51S é algo bem complexo. O conselho que dou é: analise as especificações e veja se vale desembolsar R$ 1.500 para levar o novo intermediário da linha K, que não entrega tantos diferenciais assim.

LG K51S, cabo e fonte

As diferenças em relação aos outros modelos são: o K51S vem equipado com processador um pouco mais potente do que o do K41S e uma câmera principal de 32 MP.

Vamos fazer uma rápida análise: o K51S chegou ao Brasil com preço sugerido de R$ 1.500 e o K61 por R$ 1.900 (eita!). No entanto, encontrei o topo de linha à venda em alguns e-commerces por R$ 1.700. Sendo assim, se você gostou dos novos aparelhos da LG e pretende comprar, eu aconselho juntar R$ 200 e levar o K61, que, sim, possui “melhorias significativas”.

Mesmo não entregando tantos diferenciais — o que é bem estranho e fica aqui o meu puxão de orelha para a LG — o K51S é um aparelho interessante por trazer um conjunto fotográfico recheado de features, design bonito e bateria de longa duração.

LG K51S – ficha técnica

  • Tela: 6,5 polegadas 20:9 HD+ Hole In Display
  • Processador: MediaTek octa-core de 2,3 GHz
  • RAM: 3 GB
  • Armazenamento interno: 64 GB + microSD de até 2 TB
  • Câmera frontal: 13 megapixels (com Inteligência Artificial)
  • Câmeras traseiras:
    • Principal: 32 megapixels
    • Grande angular: 5 megapixels
    • Macro: 2 megapixels
    • Sensor de profundidade: 2 megapixels
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Conectividade: Wi-Fi, Bluetooth 5.0, USB Tipo-C
  • Dimensões: 165,2 x 76,7 x 8,2 mm
  • Mais: leitor de digitais e certificados de Resistência Militar (resistência a impactos, umidade, vibração, operação e armazenagem em altas temperaturas, operação e armazenagem em baixas temperaturas, choque térmico).

 

LG K51S: interessante, mas sem diferenciais


Compartilhe: https://tinyurl.com/y8tkx7ez