OverClock
Terça, 25 de Junho de 2019

Remaster de Final Fantasy VIII virá com ferramentas de progressão acelerada Terça, 25 de Junho de 2019

Remaster de Final Fantasy VIII virá com ferramentas de progressão acelerada

Em entrevista concedida à revista japonesa Famitsu, o produtor Yoshinori Kitase, envolvido no remaster de Final Fantasy VIII, confirmou que o jogo virá com o que chamou de “recursos de progressão acelerada”. Segundo ele, algumas funções serão inseridas no jogo com o intuito de aliviar o trabalho dos jogadores durante as suas partidas no icônico RPG.

Tais ferramentas, segundo Kitase, permearão todas as versões do jogo, ou seja, devem dar as caras tanto no PlayStation 4, Nintendo Switch e Xbox One, como no PC. Inclusive, algumas adições de gameplay serão exclusivas da versão para PCs.

As ferramentas incluem:

-
Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/
-

Todas as versões:

  • Velocidade tripla de navegação: movimentação mais rápida pelos mapas
  • Aprimoramentos de combate: barra de ATB sempre no máximo e limit breaks sempre disponíveis
  • Zero encontros aleatórios: batalhas sem aviso contra monstros não vão mais interromper os percursos dos jogadores

Exclusivo para PC:

  • Ajustes customizáveis de jogo: exclusivo para a versão PC, mas sem informações sobre quais serão esses ajustes
  • Tudo no máximo: itens, cartas do minigame Triple Triad, dinheiro (Gil), níveis das invocações/summons (Guardian Forces)
  • Todas as opções dos consoles

 

Vale citar que a versão para PC atualmente disponível via Steam já oferece recursos parecidos. Apelidadas de trainer tools, as ferramentas estão disponíveis por meio das teclas F1 a F5 do seu computador, acionando benesses como ativação automática de limit breaks e preenchimento da barra ATB, entre outras coisas. Entretanto, o uso delas na atual versão é opcional e muitos jogadores, inclusive, desconhecem de sua disponibilidade. Na versão remasterizada, Kitase não deixou claro se isso será opcional ou essencial ao jogo.

Isso pode mudar um pouco a mecânica de jogabilidade: no lançamento original no primeiro PlayStation (PSX), jogadores mais ávidos tinham por hábito evoluir seus personagens em duas ilhas específicas (Island Closest to Hell e Island Closest to Heaven), que continham os monstros comuns mais fortes do jogo. Com a remoção dos encontros aleatórios, isso pode não ser mais possível. O mesmo vale para a famosa Cactuar Island, onde os monstrinhos fujões que dão nome à ilha serviam como o melhor ponto de evolução das invocações do jogo (Guardian Forces).

O sistema de aumento de nível dos personagens também deve ser alterado, caso as ferramentas do remaster sejam obrigatórias: no original de 1999, um personagem só “fazia level up” por meio de encontros aleatórios: batalhas com chefões e inerentes ao enredo não concediam pontos de experiência.

De qualquer forma, é cedo para especular: Final Fantasy VIII Remastered ainda não tem data confirmada de lançamento, mas a publisher japonesa Square Enix disse que o jogo deve chegar em 2019. A equipe de desenvolvimento conta com o envolvimento direto de Yoshinori Kitase, Hiroshi Harada, Tomohiro Kayano e Tetsuya Nomura — todos responsáveis pelo desenvolvimento do jogo original de 1999, no primeiro PlayStation.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:


Compartilhe: http://tinyurl.com/y4sfagyf