OverClock
Quinta, 22 de Agosto de 2019

Google propõe novo padrão de privacidade para proteger os usuários na web Quinta, 22 de Agosto de 2019

Google propõe novo padrão de privacidade para proteger os usuários na web

A Google anunciou, no início desta quinta-feira (22), que está com uma nova iniciativa para desenvolver uma série de padrões para aprimorar a privacidade na web, chamada de Privacy Sandbox.

Com a medida, seria possível que o usuário encontrasse pela web anúncios personalizados, sem precisar divulgar dados privados individuais, fortalecendo sua segurança. Mas, para conseguir executar essa tarefa com sucesso, a Google está procurando por técnicas que consigam mostrar que determinada pessoa pertence a um grupo de gostos pessoais, até que fique claro que ela não está sozinho nele.

Com isso, a companhia implementaria um tipo de orçamento de privacidade, permitindo aos sites pedidos de solicitações de dados que pertençam a um grupo significativamente grande, bloqueando-os posteriormente.

-
Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.
-

Imagem: Reprodução

"A tecnologia que anunciantes usam para fazer publicidade ainda mais relevante para as pessoas agora vem sendo usada para muito além do objetivo inicial de design, a ponto de fazer com que algumas práticas não combinem as expectativas de segurança dos usuário. Recentemente, alguns navegadores tentaram resolver esse problema, mas sem nenhum conjunto de padrões de acordo, as tentativas de melhorar a privacidade do usuário estão passando por consequências indesejadas", diz a Google em nota oficial, justificando a iniciativa.

Por fim, a Google planeja implementar essas medidas sem que seja preciso desativar os cookies, por exemplo, fazendo com que a capacidade de exibição de anúncios relevantes fosse limitada, mas sim criando um equilíbrio entre usuários e reguladores.

Além da Google, a Apple também está atrás de ideias para acompanhar conversões de anúncios, fazendo com que cada clique gere uma venda, sem que seja preciso rastrear os sites. O objetivo final da gigante da tecnologia é fazer com que esses métodos evitem fraudes em anúncios, beneficiando ainda sistemas de privacidade.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:


Compartilhe: https://tinyurl.com/yxpj9rc9