OverClock
Sexta, 27 de Janeiro de 2023

10 dicas para aumentar as vendas em 2023 Sexta, 27 de Janeiro de 2023

10 dicas para aumentar as vendas em 2023

O Brasil foi o país da América Latina que registrou o maior crescimento no varejo digital em 2022, é o que diz uma pesquisa da Retail X. O e-commerce brasileiro cresceu em US$ 8,1 bilhões de receita de vendas, em comparação ao ano anterior — cerca de R$ 41 bilhões, na cotação atual. A previsão para 2023 é ainda melhor, com uma projeção de R$ 185,7 bilhões.

No entanto, para acompanhar o aumento das vendas e aproveitar a oportunidade de crescimento para o seu negócio, é preciso mais do que estar presente no mercado digital — o empreendedor precisa se destacar:

“Apesar de ter um grande espaço de desenvolvimento, a concorrência é alta no setor de vendas, seja qual for o produto e/ou serviço oferecido, e isso faz com que outros fatores se tornem importantes para fidelizar os clientes e atraí-los, além da qualidade do que está sendo vendido”, explica Diego Freire, CEO da plataforma de atendimento digital Huggy.

-
Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.
-

Pensando em ajudar empresários a subir o nível de suas vendas em 2023, o executivo desenvolveu uma lista de 10 dicas, confira:

10 dicas para vender mais em 2023

Dentre as principais dicas, está a humanização do contato com o cliente. (Imagem: Pexels/Monstera)

1. Mude o foco para a pessoa

O especialista reforça que é importante pensar no produto a ser oferecido, sua qualidade e diferencial. No entanto, é preciso se lembrar que o cliente é uma pessoa, que deseja ser entendida e bem atendida. Ao direcionar o seu foco para o que os clientes desejam, a relação com os consumidores irá evoluir para além de apenas "vender" — auxiliando na fidelização dessas pessoas.

2. Pesquise antes de entrar em contato

Para atrair novos leads e clientes, é preciso conhecer seu perfil, preferências e, assim, oferecer algo que o usuário deseja. Investir em chatbots e inteligência artificial que captam essas informações, com base nas pesquisas daquela pessoa no seu e-commerce, são recursos úteis, pois permitem sugestões mais assertivas ao mandar um e-mail ou mensagem.

3. Crie uma conexão primeiro

O cliente precisa ser tratado com tanta qualidade quanto a oferecida em seu produto ou serviço. Sendo assim, evite interações frias adicionando ao seu chatbot perguntas que demonstrem que você se importa com o que o consumidor pensa, como “como posso te ajudar ?”, “precisa de algo a mais?”, “precisa tirar uma dúvida?”, entre outros.

Essa conexão ainda pode ser continuada após a finalização da compra, através de perguntas e enquetes de feedback. Dessa maneira o cliente terá a oportunidade de falar o que achou da experiência, e a sua empresa terá inteligência para reforçar pontos fortes e saber onde melhorar.

4. Defina quem é seu comprador

Um dos pilares do marketing digital é a definição do público-alvo, ou da famosa "persona". Ao afunilar o seu alcance, é possível que a quantidade de compradores diminua, mas que o número de vendas aumente, visto que as pessoas que desejam o seu produto em específico saberão onde achar.

5. Contribua, depois venda

O executivo dá uma dica especial para empresas que oferecem produtos e serviços para outras empresas. Ao observar que uma organização está passando por um processo difícil e a sua solução pode ajudar, ofereça ajuda. Iniciar a conversa vendendo o seu produto pode soar errado e ofender os líderes da organização.

Portanto, antes de qualquer coisa, converse, pergunte, ofereça ajuda. No momento que houver uma abertura, envolva o seu serviço e faça o "pitch" do seu negócio.

É preciso lembrar que, apesar do contato digital, o cliente é uma pessoa que precisa ser compreendida e ouvida. (Imagem: Pexels/Sora Shimazaki)

6. Faça perguntas e ouça

Para uma boa relação com os clientes, é fundamental que o vendedor ouça e busque entender o que seu público deseja. O especialista traz o seguinte exemplo:

"(...) supomos que você chegue na loja de roupas e a atendente te pergunta o que deseja você diz que quer um vestido branco, mas ela te mostra um vermelho, sem dar nenhuma explicação, apenas dizendo que é mais bonito. A primeira coisa que você irá fazer será reclamar e dizer que não era o que queria."

Para realizar uma venda assertiva, ouça atentamente o seu consumidor e, caso não tenha o que ele deseja, aja com honestidade e confira se a pessoa está aberta a outras sugestões. "Mesmo que a compra não seja realizada naquele momento, o cliente com certeza respeitará sua sinceridade e buscará a empresa outras vezes", conclui Freire.

7. Conheça as armadilhas psicológicas

Conforme o corpo recebe informações, ele pode reagir de maneiras diversas. O executivo explica algumas estratégias que podem ajudar a influenciar a decisão do público sobre uma compra, confira:

  1. Efeito chamariz: oferecer uma terceira opção, entre duas, pode ajudar na escolha;
  2. Efeito rima: afirmações que rimam dão a sensação de serem mais verdadeiras;
  3. Viés de confirmação: estamos mais propensos a acreditar e confiar em afirmações que se alinhem às nossas realidades e crenças, e muito mais.

8. Fale no nível do comprador

Alinhe a sua estratégia ao perfil do cliente. Seja mais formal ou descontraído, observe com quem está conversando e se adapte às suas expectativas — sem perder o DNA da sua marca, é claro.

9. Crie um clímax emocional

Conforme explica Freire, além da parte racional, a tomada de decisão sempre possui um lado emocional que pode ser explorado. Independente do seu produto, pense em maneiras de despertar sentimentos em seus clientes que os ajude a ver o valor do seu produto e, assim, finalizar uma venda.

10. Lembre-se de que você está vendendo para uma pessoa

Apesar da correria do dia a dia — com imensas quantidades de e-mails e contato puramente digital —, deixe o modo automático e lembre-se de que é uma pessoa do outro lado que pode sentir a "robotização".

"Por isso, deixe que a conversa flua para uma questão mais pessoal, desde que haja cautela, afinal, isso irá descontrair um pouco e dará a sensação de personalização para os atendimentos", conclui Diego.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:


Compartilhe: https://tinyurl.com/2n23auyh