OverClock
Terça, 25 de Junho de 2019

Asteroid Day 2019 acontecerá em 30 de junho — e você pode participar Terça, 25 de Junho de 2019

Asteroid Day 2019 acontecerá em 30 de junho — e você pode participar

O Asteroid Day acontece anualmente para levantar debates sobre asteroides, sua exploração, e seu potencial risco à humanidade caso algum desses objetos acabe se chocando contra nosso planeta. A edição deste ano será celebrada no próximo domingo (30), com participação de diversas organizações espaciais de todo o mundo.

O evento principal da data será transmitido ao vivo durante 48 horas diretamente da cidade de Luxemburgo no YouTube do evento, coordenando sua programação com outros eventos na Europa, principalmente — e a agência espacial europeia ESA estará presente.

A ESA compartilhará com a mídia e público suas atividades relacionadas a asteroides, que são verdadeiras "cápsulas do tempo" sobre a história do Sistema Solar. Além de influenciarem o desenvolvimento de planetas, asteroides também são recheados de recursos naturais valiosos e, por isso, há tanto interesse em iniciar, enfim, a exploração desses materiais.

-
Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.
-

Mas, além disso, asteroides também têm seu lado negativo para nós: muitos deles representam perigo potencial para a Terra e a civilização humana — e agências como NASA e ESA justamente rastreiam esses objetos como parte de um esforço internacional para mitigar o risco de colisões catastróficas.

 

Estima-se que existam dezenas de milhares de objetos próximos da Terra (NEOs) com mais de 10 metros de altura, sendo que este limite é o considerado máximo para que um objeto não cause danos à Terra em caso de uma colisão. A ESA desenvolveu um tipo de telescópio automatizado para fazer varreduras no céu em busca de asteroides — o chamado Flyeye usa uma técnica semelhante ao funcionamento do olho de uma mosca. Agora, a agência está propondo a criação de uma rede de telescópios Flyeye como parte de sua iniciativa de segurança espacial, com essa proposta sendo apresentada a ministros europeus em novembro.

Ainda, a ESA apresentará também um experimento internacional de deflexão de asteroides para defesa planetária. Trata-se da missão Hera, cujo lançamento está previsto para outubro de 2024. Esta vai ser a primeira missão europeia enviada a um sistema binário de asteroides, composto pelo corpo principal Didymos e sua lua Didymoon. A nave focará no menor dos dois corpos com o objetivo de deslocar sua órbita e, assim, testar a tecnologia de maneira mensurável. A missão contará também com a NASA e seu programa DART, que tem o mesmo objetivo: garantir a segurança da Terra ao desviar a rota de asteroides que porventura estejam em nosso caminho. A DART deverá iniciar essa operação em 2022. Sendo assim, NASA e ESA trabalharão juntas nesse experimento envolvendo Didymos na próxima década.

 

Voltando ao Asteroid Day, co-fundado em 2014 pelo Dr. Brian May (sim, o guitarrista do Queen), a ideia ainda é relembrar o maior impacto de asteroide já registrado na história da Terra — o evento de Tunguska, na Sibéria. O Asteroid Day acontece justamente todo dia 30 de junho pois foi, nesta data em 1908, que um asteroide se chocou contra essa região siberiana.

Mais informações sobre a programação oficial do evento podem ser encontradas no site oficial do Asteroid Day.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:


Compartilhe: http://tinyurl.com/yxazo6he