OverClock
Domingo, 22 de Julho de 2018

Carro autônomo da Alphabet já rodou quase 13 milhões de quilômetros Domingo, 22 de Julho de 2018

Carro autônomo da Alphabet já rodou quase 13 milhões de quilômetros

A Alphabet anunciou que o Waymo já acumula oito milhões de milhas rodadas em vias públicas dos EUA (aproximadamente 12,9 milhões de quilômetros). Em média, o veículo autônomo desenvolvido pela empresa-mãe da Google rodou 40,3 mil quilômetros por dia — o que confere vantagem considerável ao projeto em relação a propostas semelhantes.

O anúncio foi dado pelo CEO da Alphabet, John Krafcik, durante evento realizado em Santa Fé (Novo México, EUA), e denota uma intensificação recente nas operações do sistema. Em novembro do ano passado, a empresa anunciou que o Waymo havia rodado quatro milhões de milhas — valor que, portanto, foi dobrado em apenas oito meses.

Além da já larga experiência acumulada em vias físicas, a IA (inteligência artificial) dos veículos autônomos também conta com experiência de mais de 8 bilhões de quilômetros rodados em simulação. Nesses ambientes controlados, a Alphabet conta com a vantagem de poder expor seu software a condições extremas encontradas apenas raramente em situações reais de trânsito.

Expansão em vista

A frota atual de 600 Chrysler Pacifica sob o comando da Waymo deve ganhar reforço em breve. Além de ter fechado uma compra de 62 mil veículos novos com a Fiat Chrisler, a Alphabet ainda anunciou que colocará 20 mil novos Jaguar I-Pace elétricos para rodar em breve — com os três primeiros postos para rodar já na semana passada.

Frota de veículos autônomos Waymo deve ganhar 62 mil Fiat Chrysler Pacifica e 20 mil Jaguar I-Pace em breve. (Foto: reprodução/Alphabet).

A companhia espera iniciar uma fase de testes com passageiros até o final de 2018, como parte do programa Early Rider. Atualmente, 400 residentes da cidade de Chandler, no Arizona (EUA), mantêm seus nomes em cadastro para experimentar em primeira mão o serviço.

“Vai demorar mais do que vocês imaginam”

Entretanto, uma versão plenamente funcional do Waymo ainda deve demorar algum tempo para aparecer — ou “mais do que vocês imaginam”, conforme disse Krafcik durante o referido evento.

“Não há absolutamente nenhum sistema [integralmente] autônomo hoje disponível, não nas ruas”, emendou o executivo. “Tudo o que se pode comprar no mercado atualmente são sistemas de direção assistida, o que significa que o motorista é completamente responsável pelo carro; eu acho que ainda há muita confusão em relação a isso”, ele conclui.

O Waymo teve seu início como um dos vários projetos ambiciosos da Google em 2009, antes da reestruturação que colocou a companhia sob o controle da Alphabet. A primeira viagem com passageiro do veículo autônomo ocorreu em 2015, em Austin (Texas, EUA).


Compartilhe: http://tinyurl.com/y8j79f6j